Home / Espiritualidade / Iemanjá

Iemanjá

Os filhos de Iemanjá geralmente são gentis e muito compassivos. Perdoam sem esforço e são compreensivos em relação aos erros dos outros. A Iemanjá é dado o arquétipo de mãe de todos exatamente pela característica de perdoar e aceitar, como uma boa mãe faz com seus filhos.

São extremamente apegados à família e aos filhos. Quando mulheres, são donas de casa exemplares. Acompanham a carreira do esposo(a) e é literalmente seu/sua fã número um. Representam acima de tudo o(a) companheiro(a) ideal.

São honestos, laboriosos, adoram animais de estimação e a natureza de forma geral. Seus hábitos são simples e corriqueiros, são pontuais e aderem aos padrões fixados pela sociedade sem questionar. Tendem a fazer aquilo que é previsto, podendo ser criticados por sua falta de imaginação e previsibilidade. O que ocorre é que a mente deles não é tumultuada. Os filhos de Iemanjá raramente terão problemas psicológicos.

Abraçam com amor a profissão que escolhem, mesmo que seja a mais simples das carreiras. São humanitários e sempre torcem para o sucesso de todos que o rodeiam. O estado de humor – entretanto – é um pouco variável, porém mesmo irritados tendem a não deixar transparecer seu descontentamento.

Tratam com amor maternal os objetos que apreciam. São apegados a coisas que eles simplesmente se apaixonam. Adornos em miniatura, artesanatos e afins estão em sua lista de “preferidos”, assim como porcelanas, relíquias de família e bibelôs de afeição. A sorte sempre sorri para seus filhos por terem uma natureza boa e um coração bondoso. Conseguem aquilo que desejam sem recorrer à força ou à violência. Aliás, violência os assusta. A agressividade os deixa transtornados ao ponto de chorarem porque o clima está muito agressivo (mesmo não tendo sido vítimas de nenhuma espécie de agressão).

São discretos ao se vestir: não são chocantes como Iansã, tampouco preocupados com marcas e com um guarda-roupa maior que a casa como Oxum. Roupas com detalhes bordados, seda pura, enfim, detalhes que envolvam atividade artesanal é muito comum em seus guarda-roupas, pois se encantam. São vaidosos com os cabelos. Aliás, alguns tem tanto orgulho do cabelo que ao começarem a ficar brancos não os pintam, acha-os lindos de qualquer cor. Jóias trabalhadas com pérolas e brilhantes os deixam hipnotizados. Adoram.

Tem uma pele muito vulnerável, portanto são sensíveis tanto ao sol como a alergias. A fragilidade e sensibilidade os faz bastante chorões. Se você repreendê-los publicamente então, não espere outra atitude senão uma chuva de lágrimas soluçadas e magoadas. Eles não tiveram a intenção, então choram tanto pelo que ocorreu, como por não terem sido bem interpretados. Choram metade pelo acontecimento, e metade por eles mesmos, se culpando.

Não são muito sexualizados, para eles o sentimento é mais importante. O sexo faz parte do relacionamento, não algo que saiam praticando sem sentimentos. São bons críticos, conseguem apontar de forma sutil os erros alheios, sempre preocupados em não ofenderem. Gostam muito de ajudar os amigos, sempre tem espaço na vida deles para tentar auxiliar quem precisa. O problema é que se envolvem um pouco demais com os problemas alheios e acabam “comprando” para eles. Uns os acharão patéticos por terem esse perfil sempre pronto a ajudar e tentar fazer as coisas certas.

Confiam em poucas pessoas. Geralmente não tem dezenas de amigos de infância:  são poucos e duradouros. Apesar de não entregarem sua confiança facilmente, possuem boa fé no próximo e generosidade.

 

Abraços 😉

Comentários

comentários

About Carlos Machado Jr (Caju)

Leonino com ascendente em Sagitário. Estudo e me interesso por mediunidade, espiritualidade, astrologia, esoterismo, Umbanda, psicologia, parapsicologia, comportamento, religiões, orixás, ocultismo, oráculos, filosofia e mais uma dezenas de temas. :-)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.