Home / Notícias / Tolerância é Marca de Culto a São Cosme e Damião
A umbandista Eliete Alves, na Igreja de São Cosme e Damião. “Acho bonita a história de vida deles” Foto: Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Tolerância é Marca de Culto a São Cosme e Damião

Comemoração em igreja e em centro de umbanda começa nesta sexta-feira

Rio – Dentro da paróquia ou do centro espírita, o Dia de São Cosme e São Damião é igualmente comemorado. O sincretismo religioso, marca da cultura brasileira, fica evidente nas comemorações. A festa das crianças organizada pelo Templo de Umbanda A Caminho da Paz chega à 13ª edição neste sábado, a partir das 14h, na Rua Manoel Alves, nº 150, no Cachambi.

Mais de duas mil pessoas são esperadas. Além da distribuição de doces, brinquedos, lanches e bolos, o evento conta também com atividades de música, circo, dança, oficina, entre outras. Tudo de graça. “É trabalhoso, mas recompensador. O instituto cresceu e a festa também. Este ano, começamos os preparativos no início de agosto. Tudo é feito a partir de doações dos frequentadores da casa”, contou o presidente do templo, Armando Fernandes.

Na paróquia de São Cosme e São Damião, no Andaraí, acontecem hoje e amanhã missas de hora em hora, de 6h às 20h. A procissão pelas ruas do bairro começa amanhã, às 16h, quando também serão montadas barraquinhas na igreja.

O pároco responsável, padre Lincoln Gonçalves, destacou a maior liberdade que as religiões de matriz africana têm hoje para assumir suas entidades. “Já existe uma tranquilidade em se referir ao Ibeji, aos Erês, ligados a São Cosme e Damião na tradição do sincretismo”, disse Lincoln. “Apesar de cultuarem divindades distintas, fiéis de todas as religiões convivem em paz na nossa paróquia”, comentou o padre.

 A umbandista Eliete Alves, na Igreja de São Cosme e Damião. “Acho bonita a história de vida deles” Foto:  Uanderson Fernandes / Agência O Dia

A umbandista Eliete Alves, na Igreja de São Cosme e Damião. “Acho bonita a história de vida deles”
Foto: Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Dia de união

“É um dia de união de culturas e crenças, bonito de se ver porque imperam o respeito e a harmonia. Ao menos nesse dia, não se veem sinais de intolerância religiosa”, destacou o presidente da casa de umbanda.

Em sua primeira visita à paróquia do Cachambi, a dona de casa Eliete Alves, de 62 anos, adepta da umbanda, observava com atenção a sala de milagres. “Quando se tem fé, as graças chegam. Acho bonita a história de vida deles”, comentou Eliete. Neste sábado, Dia de São Cosme e São da Damião, os motoristas devem ficar mais atentos nas ruas, já que muitas crianças correm sem prestar atenção no trânsito em busca de doces e brinquedos.

 

Fonte: O DIA – Rio http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2014-09-25/tolerancia-e-marca-de-culto-a-sao-cosme-e-damiao.html

Comentários

comentários

About Carlos Machado Jr (Caju)

Leonino com ascendente em Sagitário. Estudo e me interesso por mediunidade, espiritualidade, astrologia, esoterismo, Umbanda, psicologia, parapsicologia, comportamento, religiões, orixás, ocultismo, oráculos, filosofia e mais uma dezenas de temas. :-)